Tão perto... mas tão longe!

Como pode simplesmente alguém separar tanto amor?
Uma recusa… uma revolta… uma procura…
UMA NECESSIDADE DE AMAR
de ajudar, de salvar, de entrega por NÃO VIVER
* Esta obra representa o grito de revolta que sente uma Mãe, por não conseguir adoptar uma criança, por ser já MÃE de um filho com deficiência profunda! É injusto e incompreensível... onde estão as pessoas competentes e os bons profissionais?
Não seríamos todos mais felizes?
! Burocracia e falta de sensibilidade humana !
● Dimensões: 800x600 mm ● Técnica: Óleo s/Tela ● Para venda ●

Um comentário:

Ana Marques disse...

Boa tarde,

Passei neste endereço por um mero acaso, e detive-me no profundo sentimento que as suas telas representam, a dor, porque a vida não é fácil e que nós reconhecemos porque também a sentimos.
Parabéns e boa sorte!