A limine

Mais uma vez eu tropecei com uma verdade que não compreendi. Julguei-me perdido,
julguei descer ao fundo do desespero e, uma vez aceite a renuncia conheci a paz.
Parece que naqueles momentos nos conhecemos a nós próprios e nos tornamos nossos amigos.
Nada mais poderia prevalecer contra um sentimento de plenitude que satisfaz em nós não sei que necessidade essencial, que desconhecemos.
(Saint Exupéry terra dos homens)


Técnica mista/acrílico s/tela/40x70cm/ colecção particular

Nenhum comentário: