Consciência II

Existência

Porque caminhas calmamente

dentro de mim?

Porque constróis o caminho

que por mim passa?

Porque me fazes chorar, despido

de preconceitos?

Sem direitos de vida?

Porque não és vida?

morte! Enquanto não souber a razão

não fugindo de ti

Vivo a razão da minha existência!


in - Angelo Vaz/A caminho das descobertas.


Acrílico s/tela/técnica mista/100x100cm/colecção particular.

Nenhum comentário: