Série - Pequenos sonhos de além





Quando eu for pequena, minha mãe,
Quero, sentir de novo a tua mão no meu ombro.

O teu olhar carinhoso e triste
Cheio de esperança
Quero, ver a terra castanha a escorrer pelos meus dedos

como uma cascata...e brincar mãe
Quero, ver as andorinhas a dançar,
Sem se preocuparem, porque vai chover.
Quero, saltar da cama a correr para ver o que o menino Jesus me deixou,
Uma laranja, e caramelos, mãe!
Que feliz que sou.
Quando eu for pequena mãe, serei mais eu.
                                                                       (Maria da Glória)


Acrílico s/tela/técnica mista/20x20cm

Nenhum comentário: